Idoso com perda de peso inexplicada, como único achado, deve fazer colonoscopia?

Recentemente esta dúvida surgiu em nosso ambulatório de Geriatria, estávamos diante de um idoso 75 anos com perda importante de peso, 10kg em 12 meses, o que representava mais de 5% do peso corpóreo deste, sem nenhum outro comemorativo clínico e laboratorial inicial que distinguisse algum direcionamento investigativo.

Este idoso não estava em dieta, não havia uso de medicações como fator suspeito da perda de peso e não havia diabetes que justificasse o fato,  e o relato da perda de peso era fiel, constatado por dados antropométricos.

Nota1: “Perda de peso clinicamente importante é definida como perda de 5% ou mais do peso usual em um período de 6 a 12 meses”

Para a avaliação inicial, além da anamnese e exame clínico pormenorizado, também fazem parte uma bateria inicial de exames conforme a tabela 1.
Diante da apresentação do caso clínico e considerando a paciente já estar internada, ficou a pergunta se a paciente já se beneficiaria de realização de uma colonoscopia.

Tabela 1.Exames iniciais para avaliação de perda de peso involuntária em idosos

Situação clínicaExames a serem solicitados
Todos os pacientesHemogramaVSHPCRFunção renalIonogramaTsh e T4 livreSUEnzimas hepáticasAlbuminaCálcioFósforoGlicemia em jejumRX de tóraxTeste tuberculínicoSorologia HIV (se fatores de risco)  
Não havendo sintomas localizatóriosPesquisa de sangue oculto nas fezesSigmoidoscopia flexívelMamografiaPSA
Sintomas localizatóriosSolicitar exame de acordo com o achado da anamnese ou exame físico

Apesar do tema espinhoso as referências de estudos específicos sobre o tema são poucas. A mais próxima foi o estudo de Davis IJ(2011)² que conclui baseado nos achados que  a perda de peso não intencional, sozinha, não foi associado a câncer de colon. Vindo daí o racional de não se utilizar a colonoscopia na etapa inicial de investigação.

O trabalho apresenta muitas limitações para se concluir isto. De 136 colonoscopias com câncer colo retal, de um total 6425 exames de colonoscopia, apenas 32(p>0,05) pacientes tiveram perda de peso como única indicação para o procedimento. Os outros 104 pacientes restantes tiveram perda de peso não intencional listada associada a outro sintoma ou sinal.

Ao aprofundarmos o tema percebemos que na investigação de perda de peso não intencional se orienta que sejam atualizados os rastreios ofertados na AGA.

Conclusão até o momento:

  • Considerando que a  AGA inclui em sua pesquisa nos rastreios a oferta de colonoscopia;
  • Considerando que não há dado contundente na literatura que indique não haver benefício da colonoscopia em investigação de neoplasia de colon em paciente com perda de peso involuntária como única queixa.
  • Sendo assim, é razoável que seja feita uma colonoscopia na investigação diagnóstica do paciente, principalmente se não houver outro exame igual nos últimos 6-9 anos.

Referências

1.https://www.ufrgs.br/telessauders/perguntas/como-investigar-adultos-com-queixa-de-perda-de-peso-involuntaria-na-aps/

2.Davis IJ, Marek SJ, Sridhar S, Wilkins T, Chamberlain SM. Unintentional weight loss as the sole indication for colonoscopy is rarely associated with colorectal cancer. J Am Board Fam Med. 2011 Mar-Apr;24(2):218-9.

3. Mendes BCF, Amaral JRG. Perda de peso involuntária. In: Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia; Kitner D, Jaluul O, organizadores. PROGER Programa de Atualização em Geriatria e Gerontologia: Ciclo 2. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2016. p. 95-126. (Sistema de Educação Continuada a Distância, v. 3).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nosso Instagram

Mais Recentes

Mais Visitados ​

Mais Comentados

Contact Us